MISTURA DOS HERBICIDAS CLODINAFOP-PROPARGYL E 2,4-D NA SELETIVIDADE PARA O TRIGO E CONTROLE DE AVEIA PRETA

Autores

  • Jaqueline Schmitt Universidade Federal de Santa Catarina, Campus de Curitibanos, Centro de Ciências Rurais
  • Luan Vinicíus Ferreira Faculdade Integrado de Campo Mourão
  • Adriano Lopes Carneiro Universidade Federal de Santa Catarina, Campus de Curitibanos, Centro de Ciências Rurais
  • Wilian Jochem Universidade Federal de Santa Catarina, Campus de Curitibanos, Centro de Ciências Rurais
  • Antonio Mendes de Oliveira Neto Instituto Federal Catarinense, Campus Rio do Sul
  • Naiara Guerra Universidade Federal de Santa Catarina, Campus de Curitibanos, Centro de Ciências Rurais

Palavras-chave:

Avena strigosa, Fitointoxicação, Herbicidas, Triticum aestivum

Resumo

RESUMO 

O objetivo do presente trabalho foi analisar a associação de clodinafop-propargyl e 2,4-D na seletividade para a cultura do trigo e controle da aveia preta. O experimento foi realizado durante os meses de maio a agosto de 2014, em Campo Mourão – PR, no campus do Centro Universitário Integrado, utilizando-se a cultivar CD 150, com população de aproximadamente 80 plantas por metro linear, em espaçamento de 0,17m entrelinhas e profundidade de 4 cm. A infestação da aveia preta foi obtida através da semeadura a lanço nas entrelinhas centrais de cada parcela para posterior avaliação de seu controle. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com nove tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos utilizados foram testemunha sem herbicida, clodinafop-propargyl isolado nas doses de 24 e 60 g ha-1 e 2,4-D isolado nas doses de 403 e 806 g ha-1 e quatro combinações de clodinafop-propargyl e 2,4-D. As avaliações de controle de aveia preta e porcentagem de fitointoxicação foram realizadas aos 7, 15, 30 e 45 dias após a aplicação (DAA), e aos 45 DAA o estande e altura de plantas do trigo. Há controle satisfatório da aveia preta com a associação de clodinafop-propargyl na dose de 60 g ha-1 isolado ou associado com 2,4-D. O clodinafop-propargyl isolado ou associado ao 2,4-D não afetou a altura e número de perfilhos do trigo. Não houve interação (antagonismo ou sinergismo) da mistura de clodinafop-propargyl e 2,4-D para o controle de aveia preta e seletividade para o trigo, cultivar CD 150.

Palavra-chave: Avena strigosa, fitointoxicação, herbicidas, Triticum aestivum

 

MIXTURE OF CLODINAFOP-PROPARGYL AND 2,4-D HERBICIDES IN WHEAT SELECTIVITY AND BLACK OAT CONTROL


ABSTRACT

 The objective of the present study was to analyze the association of clodinafop-propargyl and 2,4-D in wheat selectivity and black oat control. The experiment was carried out from May to August 2014, in Campo Mourão - PR, in the campus of the Integrado University Center, using cultivar CD 150, with a population of approximately of 80 plants per linear meter, spaced 0.17m between lines and depth of 4cm. Black oat infestation was obtained by sowing between the central lines of each plot for later evaluation of its control. The experimental design was in randomized blocks, with nine treatments and four replications. The treatments used were control without herbicide, clodinafop-propargyl isolated at the doses of 24 g ha-1 and 60 g ha-1, 2,4-D isolated at the doses of 403 g ha-1 and 806 g ha-1 and four combinations of clodinafop-propargyl and 2,4-D. Black oat and percentage of phytotoxification were evaluated at 7, 15, 30 and 45 days after application (DAA), and at 45 DAA the stand and height of wheat plants. There is satisfactory control of black oat with the association of clodinafop-propargyl at the dose of 60 g ha-1 alone or associated with 2,4-D. Clodinafop-propargyl isolated or associated with 2,4-D not affected the height and stand of wheat. There was no interaction (antagonism or synergism) of the clodinafop-propargyl and 2,4-D mixture for the control of black oats and selectivity for wheat, cultivar CD 150.

 

Key words: Avena strigosa, fitointoxication, herbicides, Triticum aestivum

Biografia do Autor

Jaqueline Schmitt, Universidade Federal de Santa Catarina, Campus de Curitibanos, Centro de Ciências Rurais

Acadêmica do curso de agronomia pela Universidade Federal de Santa Catarina, intercambio pela Universidad del Litoral, e linhas de pesquisa na área de fisiologia do crescimento e ciências das plantas daninhas. Estagio de conclusão de curso na Fundação MS, no setor de Manejo e Fertilidade do Solo.

Downloads

Publicado

2020-12-09

Como Citar

Schmitt, J., Ferreira, L. V., Carneiro, A. L., Jochem, W., de Oliveira Neto, A. M., & Guerra, N. (2020). MISTURA DOS HERBICIDAS CLODINAFOP-PROPARGYL E 2,4-D NA SELETIVIDADE PARA O TRIGO E CONTROLE DE AVEIA PRETA. Campo Digital, 15(1). Recuperado de http://revista2.grupointegrado.br/revista/index.php/campodigital/article/view/2810