KNOWLEDGE SHARING IN THE GRAIN PRODUCTION SECTOR

Roberta Rodrigues Faoro, Ângelo Corrêa Rancan, Gustavo Sganzerla Martinez, Marcelo Faoro de Abreu

Resumo


O conhecimento é um dos ativos mais importantes das empresas, seu correto gerenciamento pode trazer diversos benefícios e competitividade de mercado para as organizações e seus colaboradores. O presente artigo tem como objetivo analisar a forma como ocorre o do compartilhamento do conhecimento no ambiente intraorganizacional e interorganizacional na cadeia produtiva do grão na região dos Campos de Cima da Serra. A pesquisa realizada é de natureza qualitativa e nível exploratório, tendo sido utilizada a estratégia de múltiplos casos, para a qual foram realizadas seis entrevistas semiestruturadas, sendo uma para cada elo, partindo do elo fornecedores de insumos, com sequência nos elos propriedade agrícola, indústria, comércio no atacado, comércio varejista e consumidores. Identificou-se que dentro das organizações o compartilhamento do conhecimento está presente na forma tácita e explicita, e fora dela é presente na forma tácita e informal. Com isso, foi possível observar que algumas das práticas utilizadas para disseminar o conhecimento nos dois casos, são: treinamentos, palestras, reuniões, internet, instituições de pesquisa e principalmente o WhatsApp. Como resultado, notou-se que apesar dos colaboradores e organizações entenderem a importância de se compartilhar o conhecimento, ainda existe resistência em disseminá-lo, dado ao medo do colaborador de perder valor dentro da organização, e, sob outro viés, o receio das organizações de compartilhar informações valiosas, perdendo assim, a vantagem competitiva.

ABSTRACT

Knowledge is one of the most critical assets in companies. Its correct management might bring several benefits and market competitiveness to organizations and their contributors. The present research aims to analyze the way that knowledge share works in the inter and intraorganizational mean in the productive grain chain at Campos de Cima da Serra region. The research was performed qualitatively in exploratory level, using the multiple case strategy, to which six semi-structured interviews were achieved, one for each link, starting from the input suppliers, the agricultural property, industry, wholesale, retail, and consumers. It was identified that within the organizations, the knowledge share is present in tacit and explicit form, and outside them, it is unwritten and informal. Thus, it was possible to observe that some of the employed practices used to spread knowledge are, in both cases, trainings, lectures, meetings, internet, research institutions, and mainly WhatsApp. We noted that despite the contributors and organizations understand the importance of sharing the knowledge, there still is some resistance in spreading it, due to the fear that the collaborator have of losing value inside the organization, and under other bias, the fear organizations have in sharing valuable information, losing competitive advantage.

 


Palavras-chave


Knowledge share; grains; interorganizational; intra organizational.

Texto completo:

PDF


Perspectivas Contemporâneas. ISSN: 1980-0193

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons