ANÁLISE MICROBIÓLOGICA EM ALFACES (Lactuca sativa L.) E COUVES (Brassica oleracea L.) MINIMAMENTE PROCESSADAS E COMERCIALIZADAS EM BRASÍLIA – DF.

Anselmo Resende, Andréa Gonçalves Almeida

Resumo


Devido à vida agitada e moderna nas cidades, fatores gerados pela globalização, há um aumento no consumo de alimentos minimamente processados, tornando-os prontos para o consumo in natura. Este trabalho objetivou verificar e analisar a possível presença de coliformes termotolerantes em 36 amostras de alfaces e 24 amostras de couves minimamente processadas, comercializadas em hipermercados de Brasília - DF. Para tanto, utilizou-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa e de caráter exploratório. Os resultados do estudo apontaram que 22% das amostras estavam contaminadas com a presença de coliformes termotolerantes acima do limite estabelecido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária por meio da (RDC 12 de 2001), havendo, porém, diferenças significativas entre as marcas analisadas. Com base nos dados obtidos, torna-se necessário ter maior controle higiênico sanitário desses produtos, assim como a implementação de programas de qualidade como: Boas Práticas de Fabricação, para que esses alimentos não se tornem um risco para a saúde pública.

MICROBIOLOGICAL TEST IN MINIMALLY PROCESSED LETTUCE (Lactuca sativa L.) AND KALE (Brassica oleracea L.) MARKETED IN BRASILIA – DF.

ABSTRACT

Due to hectic and modern life in cities, factors generated by globalization, there is an increased consumption of minimally processed food, making them ready for the fresh market. This study aimed to then verify and analyze the possible presence of fecal coliform in 36 samples of lettuce and 24 samples of cabbage minimally processed, sold at the supermarkets in Brasília - DF. It was found that 22% of the samples were contaminated with the presence of fecal coliforms above the limit established by legislation (RDC 12, 2001). However, there are significant differences among tested brands. Data obtained show the need of more hygienic sanitary control of these products, as well as implementation of quality programs such as Good Manufacturing Practices, for that these foods do not become risk to public health. 


Palavras-chave


higienização; contaminação; manipuladores.

Texto completo:

PDF


   

 

 

 

Licença Creative Commons
SaBios-Revista de Saúde e Biologia está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.