LEVANTAMENTO PRELIMINAR E BIOLOGIA DA MASTOFAUNA DA RPPN NINHO DO CORVO NO MUNICÍPIO DE PRUDENTÓPOLIS – PARANÁ

Huilquer Francisco Vogel, Luiz Gustavo Eckhardt Valle, Cláudio Henrique Zawadzki, Rafael Metri

Resumo


A RPPN Ninho do Corvo, localizada no Município de Prudentópolis, Estado do Paraná, possui uma área 21,60 hectares, sendo que 10 hectares são de reserva particular (RPPN) com vegetação primária e o restante de vegetação em regeneração. Devido à ausência de avaliações sobre a efetividade das RPPNs na manutenção da mastofauna silvestre no sul do Brasil, este estudo teve por objetivo avaliar a composição da mastofauna da RPPN Ninho do Corvo, com ênfase para as espécies que utilizam a calha do Rio Barra Bonita como corredor natural. Todas as espécies foram identificadas com base em vestígios e capturas, utilizando redes ornitológicas e armadilhas tipo Havahart, junto à vegetação ripária do Rio Barra Bonita. Quatro excursões a campo foram realizadas de agosto a novembro de 2008. Foram identificadas 14 espécies de mamíferos, sendo que as ordens mais representativas foram Chiroptera e Rodentia. Os resultados indicam interdependências ecológicas entre a mastofauna com o ambiente de floresta ciliar e pelo caminho formado pelo curso hídrico.

 

PRELIMINARY ASSESSMENT AND BIOLOGY OF MASTOFAUNA FROM RPPN NINHO DO CORVO IN PRUDENTOPOLIS - PARANA

 

ABSTRACT

The RPPN Ninho do Corvo is located in the surrounding area of Prudentópolis, in the State of Paraná. The RPPN Ninho do Corvo has 21.60 hectares of forestation area. Ten hectares consists in a private reserve (RPPN), with 11.60 hectares of vegetation in regeneration and the remainder comprises native vegetation. Due to the absence of data to evaluate the effectiveness of the RPPNs to maintain wild mastofauna in South Brazil, this study has evaluated the composition of mastofauna from the RPPN Ninho do Corvo, with emphasis on those using the Barra Bonita River channel riverside as a natural corridor. Four field excursions were performed from August to November 2008. All species were identified based on footprints and captures with mist-nets and Havahart traps along the riparian vegetation of the Barra Bonita River. From the 14 species of mammals identified, Chiroptera and Rodentia were the most representative orders. The results indicate ecological interrelationships between the mastofauna, riparian forest, and the pathway formed by the river channel.

 

 


Palavras-chave


vegetação ripária; mastofauna; conservação.

Texto completo:

PDF


   

 

 

 

Licença Creative Commons
SaBios-Revista de Saúde e Biologia está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.