DIAGNÓSTICO DA COMPOSIÇÃO, ESTRUTURA E CONSERVAÇÃO DA VEGETAÇÃO DA REGIÃO DE LIBERDADE, SUL DE MINAS GERAIS, BRASIL

Flávio José Soares Júnior, Carina Lima da Silveira

Resumo


A extensa amplitude latitudinal do Brasil, associada a um relevo fortemente irregular, resulta em uma igualmente ampla diversidade fitofisionômica. Diversidade esta, distribuída por quatro Regiões Florísticas: Amazônica, Brasil Central, Nordeste e Sudeste. Esta última, em particular, caracterizada pela presença da Floresta Atlântica. Dada esta alta diversidade propôs-se, com o presente estudo, avaliar sob o ponto de vista fitoecológico, a vegetação em um trecho do Sul de Minas Gerais. Trata-se de uma região de abundantes recursos hídricos com formação vegetal predominantemente florestal. A vegetação foi avaliada de forma quantitativa e qualitativa, por amostragens seletivas e outras coletas sem delineamento amostral. Com isso foram levantados 118 taxa botânicos, entre plantas vasculares e liquens. A maior ocorrência na área de estudo é de uma Floresta Estacional Perenifólia Montana a Altimontana, com elementos de Araucaria angustifolia. Espécie que, juntamente com aquelas das famílias Lauraceae, Melastomataceae, Euphorbiaceae, Fabaceae, Moraceae e Meliaceae, contribuem para esta classificação.

 DIAGNOSIS OF THE COMPOSITION, STRUCTURE AND CONSERVATION OF VEGETATION IN THE REGION OF LIBERDADE, SOUTH OF MINAS GERAIS, BRAZIL

ABSTRACT

The wide latitudinal amplitude of Brazil, allied with a highly irregular topography, results in a diverse phytophisiognomic variety. This Floristics diversity was distributed in four regions: Amazon, Central Brazil, Northeast, and Southeast (characterized by the presence of the Atlantic Forest). Thus, the present study proposes to evaluate the vegetation of a portion of south of Minas Gerais, from the point of view of plant ecology. This region has abundant water resources with forest vegetation, predominantly. Vegetation was quantitatively and qualitatively assessed by selective sampling and without a sampling design. Therefore, 118 botanical taxa were collected, including vascular plants and lichens. A Montane to Altimontane Seasonal Perennial Forest, with elements of Araucaria angustifolia, was the most incident in the analyzed area. This specie, together with those of the Lauraceae, Melastomataceae, Euphorbiaceae, Fabaceae, Moraceae and Meliaceae families, contribute to this classification.

KEYWORDS: araucaria; phytogeography; seasonal forest; south of Minas Gerais.

 


Palavras-chave


Vegetação; Araucária; Fitogeografia; Floresta Estacional; Sul de Minas Gerais; Estrutura

Texto completo:

PDF


   

 

 

 

Licença Creative Commons
SaBios-Revista de Saúde e Biologia está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.