LEVANTAMENTO EPIDEMIOLÓGICO DOS PORTADORES DE HEMOFILIA A DO HEMONUCLEO DE CAMPO MOURÃO-PR

Diego Ribeiro dos Santos, Fabiana Nabarro Ferraz

Resumo


 Este trabalho teve por objetivo realizar um levantamento epidemiológico dos portadores de hemofilia A atendidos pelo hemonúcleo de Campo Mourão - PR, no período de agosto de 2008 a agosto de 2009. Foi realizado um estudo descritivo, transversal e retrospectivo, para coleta de dados foi utilizado um questionário e dados contidos nos prontuários dos pacientes. Existiam no período estudado 17 indivíduos com hemofilia A. A faixa etária dos pacientes variou de 1 a 42 anos, prevalecendo o maior número de indivíduos (47,1%) no intervalo de 31 a 42 anos. Todos os hemofílicos eram do sexo masculino. A maioria destes pacientes (58,9%) residia em municípios da região de Campo Mourão (COMCAM). Todos os portadores conheciam a hemofilia A e somente 2 (18,2 %) nunca receberam material explicativo sobre os cuidados e tratamentos da doença. Somente 1 (9,0 %) paciente praticava a caminhada como exercício físico. Nenhum dos portadores tinha filhos hemofílicos, sendo que 9 (81,8 %) tinham pelo menos um parente com hemofilia A. Sobre o tratamento, 5 (45,5 %) hemofílicos ao menos uma vez já receberam infusão do fator VIII crioprecipitado, sendo que 3 (27,3 %) eram positivos para HCV (hepatite C). Quanto às sequelas resultantes da hemofilia A, 6 (54,5 %) pacientes eram acometidos pelas hemartroses. Este estudo permitiu a caracterização do perfil dos pacientes portadores de hemofilia A do hemonúcleo de Campo Mourão, porém seria de extrema importância que mais estudos fossem realizados, com o intuito de proporcionar aos pacientes hemofílicos orientações e uma melhor qualidade de vida.

 EPIDEMIOLOGICAL STUDY OF PATIENTS WITH HEMOPHILIA A OF THE BLOOD CENTER OF CAMPO MOURÃO - PR

ABSTRACT

This review aimed to conduct an epidemiological study of patients with hemophilia A treated at blood center of Campo Mourão, from August 2008 to August 2009. A descriptive, cross-sectional and retrospective study was carried out. A questionnaire and the data of records of patients were used. In this period, 17 individuals were diagnosed with hemophilia A. Patients were aged from 1 to 42 years, most of them (47.1%) ranged from 31 to 42 years. All hemophiliacs were males. Most of them (58.9%) lived nearby Campo Mourão (COMCAM). All patients had demonstrated knowledge about hemophilia A and only 2 (18.2%) had never received any material about care and treatment of this disease. Only 1 (9.0%) patient practiced walking as physical exercise. None of patients had hemophiliac children, and 9 (81.8%) had relatives with hemophilia A. Considering the treatment, 5 (45.5%) had already received, at least once, an infusion of VIII cryoprecipitate factor, and 3 (27.3%) were positive for HCV (hepatitis C). About the consequences resulting from hemophilia A, 6 (54.5%) patients were affected by hemarthrosis. This study allowed to characterize the profile of patients with hemophilia A of the blood center of Campo Mourão, however further studies should be conducted, in order to provide orientation to hemophiliac patients and to increase their quality of life.


Palavras-chave


Coagulopatia; Hemofilia A; Doença hemorrágica; Epidemiologia.

Texto completo:

PDF


   

 

 

 

Licença Creative Commons
SaBios-Revista de Saúde e Biologia está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.