PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DOS DOADORES DE SANGUE DO HEMONÚCLEO DE CAMPO MOURÃO-PR NO ANO DE 2008

Vanderlei Ferreira Ramos, Fabiana Nabarro Ferraz

Resumo


Este estudo teve por objetivo avaliar o perfil epidemiológico dos candidatos à doação de sangue no Hemonúcleo de Campo Mourão - PR no ano de 2008. Trata-se de uma pesquisa de caráter exploratório, descritivo transversal com abordagem quanti-qualitativa, que foi realizada no banco de dados do Hemonúcleo (HEMOVIDA), com a mensuração das seguintes variáveis: sexo, número de voluntários, tipos de doação e causas de inaptidão clínica e sorológica. A população do estudo foi constituída de 5700 candidatos à doação de sangue, destes 2223 eram do sexo feminino e 3477 do sexo masculino. Do total de doadores de sangue, 5082 foram considerados aptos e 618 foram considerados inaptos à doação de sangue na triagem clínica. Os principais motivos associados à rejeição na triagem clínica foram a anemia, presente em 255 doadores e o contato sexual com parceiro (a) não fixo (a) com 78 doadores. As inaptidões sorológicas que mais prevaleceram foram, Hepatite B com 275 doadores e a Sífilis representando 43 doadores. Dessa forma, os resultados obtidos sustentam a necessidade do desenvolvimento de campanhas de conscientização da população sobre o perfil ideal de um candidato à doação de sangue.

EPIDEMIC PROFILE OF THE BLOOD DONORS  OF BLOOD CENTER OF CAMPO MOURÃO-PR IN THE YEAR 2008

ABSTRACT

This study aimed to evaluate the epidemic profile of blood donor candidates of the blood center of Campo Mourão - PR in 2008. This research is an exploratory, transverse descriptive with a quanti-qualitative approach character, which was held in the database of blood center (HEMOVIDA).  The following variables were measured: sex, number of volunteers, type of donation and causes of clinical and serological inability. Data consisted of 5700 candidates for blood donation (2223 female and 3477 male) of which 5082 were considered qualified and 618 were considered unfit for blood donation in clinic screening. The main reasons associated with rejection in clinic screening were anemia (255 donors) and relationship with a no fix partner (78 donors). The more prevalent serological disabilities were hepatitis B (275 donors) and syphilis (43 donors). Thus, the results support the need of development of responsiveness campaigns to population about the profile of an ideal candidate for blood donation.

 


Palavras-chave


sangue; doação; doença; prevalência.

Texto completo:

PDF


   

 

 

 

Licença Creative Commons
SaBios-Revista de Saúde e Biologia está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.