ANALISE COMPARATIVA DO CONHECIMENTO DE GESTANTES SOBRE TOXOPLASMOSE EM FRONTEIRA BRASILEIRA

Mayara Esquivel de Souza, Michelli Mara Peres, Luana Ferreira Goetten, Andréia Aparecida Scherer, Neide Martins Moreira

Resumo


O objetivo do trabalho foi comparar o conhecimento prévio e assimilação das informações sobre toxoplasmose pelas gestantes do município de Foz do Iguaçu, Paraná. Trata-se de um estudo comparativo de abordagem quantitativa com 82 gestantes das Unidades Básicas de Saúde A e B, localizadas em região de fronteira, Foz do Iguaçu. Foi utilizado um questionário com questões objetivas sobre a toxoplasmose, o qual foi aplicado em dois momentos sequenciais da pesquisa. Inicialmente, as participantes receberam uma breve explanação sobre o assunto do estudo. Na sequência, foi aplicado o questionário para a avaliação do conhecimento prévio das gestantes sobre a doença e ministradas orientações sobre a toxoplasmose. Por último, foi aplicado novamente o questionário para a avaliação da assimilação das informações sobre a doença. Os dados foram analisados pelo programa BioEstat® 5.0 e foi considerado o nível se significância de 5%. Foram identificadas fragilidades no conhecimento das gestantes durante a avaliação prévia nas variáveis correspondentes ao agente etiológico, animal mais importante para a transmissão, formas de infecção, sinais e sintomas, complicações e formas de prevenção da toxoplasmose (p<0,05). Após a intervenção educativa, observou-se um aumento na média de acertos em todas as variáveis estudadas (p<0,05). Verificou-se que há um elevado número de gestantes suscetíveis à infecção pelo Toxoplasma gondii durante a gestação e, consequentemente, ao risco elevado de transmissão via transplacentária o que se faz necessário a intervenção educativa.

COMPARATIVE ANALYSIS OF THE KNOWLEDGE OF PREGNANT WOMEN ABOUT TOXOPLASMOSIS IN THE BRAZILIAN BORDER

The aim of this work was to compare previous knowledge and assimilation of information on toxoplasmosis by pregnant women from Foz do Iguaçu, Parana, Brazil. This is a comparative study of quantitative approach with 82 pregnant women from Health Basic Units A and B, located in the border region, Foz do Iguaçu. A questionnaire with objective questions about toxoplasmosis was used, which was applied in two sequential moments of the research. The participants initially received a brief explanation on the subject of the study. Subsequently, the questionnaire was applied for the evaluation of pregnant women's prior knowledge about the disease and guidelines on toxoplasmosis were given. Finally, the questionnaire was applied again to assess the assimilation of information about the disease. The data was analyzed by the BioEstat 5.0® program and were considered the significance level of 5%. Fragilities were identified in the knowledge of pregnant women during the previous evaluation in the variables corresponding to the etiological agent, the most important animal for the transmission, forms of infection, signs and symptoms, complications and prevention of toxoplasmosis (p<0.05). After the educational intervention, there was an increase in the mean of right answers in all studied variables (p<0.05). There was a high number of pregnant women susceptible to infection by Toxoplasma gondii during pregnancy and, consequently, to the high risk of transplacental transmission, which shows the necessity educational intervention.


Palavras-chave


toxoplasmose, gestantes, orientação, conhecimento.

Texto completo:

PDF


   

 

 

 

Licença Creative Commons
SaBios-Revista de Saúde e Biologia está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.