AVALIAÇÃO DA ADIÇÃO DE EXTRATOS E SUBSTÂNCIAS ISOLADAS DE PLANTAS COM POTENCIAL ANTIOXIDANTE NA CRIOPRESERVAÇÃO DE SÊMEN HUMANO

Angelica Siewert, Rafael Alonso Salvador, David Til, Tamara Lamim, Vera Lucia Lângaro Amaral

Resumo


O processo de criopreservação de sêmen gera espécies reativas ao oxigênio que causam danos aos espermatozoides. Esse efeito pode ser evitado com a adição de antioxidantes que estão presentes em diversas plantas. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito sobre a criopreservação de sêmen humano com os seguintes tratamentos:1) flores de Allamanda cathartica,2) folhas de Solanum diploconus,3) casca do fruto de Solanum diploconus, 4) casca do fruto de Bromelia balansae, 5) folhas de Piper cernuum, 6) caule de Piper cernuum,7) inflorescência de Piper aduncum,8) folhas de Piper aduncum,9) folhas de Litchi chinensis, 10) hidrolisado de Lepidium meyenii, 11) folhas de Ardisia eliptica, 12) folhas de Vochysia bifalcata e 13) preparações isoladas deácido ursólico e 14) plumerídeo. Foram realizadas as análises de rotina das amostras (n=64) e realizado teste de toxicidade dos extratos. O sêmen foi criopreservado utilizandoTest Yolk Buffer Media (Irvine Scientific®, TYB). O sêmen de cada paciente foi dividido em alíquotas de controle, sem qualquer tratamento e com três concentrações (1,25%, 0,5% e 0,25%) dos extratos das plantas. As amostras foram descongeladas e analisadas a vitalidade e motilidade. Avaliação da atividade mitocondrial (DAB) e termorresistência (TTR) também foram realizados. O extrato de folhas de Litchi chinensis apresentou o melhor resultado após o descongelamento, embora não tenha sido superior estatisticamente ao controle. Os testes do DAB e TTR não apresentaram diferença em relação ao controle. Portanto, é necessária a realização de outros testes para verificar o potencial de proteção deste extrato.

EVALUATION OF THE EXTRACTS AND PLANTS ISOLATED SUBSTANCES ADDITION WITH ANTIOXIDANT POTENTIAL FOR CRYOPRESERVATION OF HUMAN SEMEN

 

ABSTRACT

Cryopreservation of human semen generates reactive oxygen species that cause damage to sperm. This effect can be prevented by the addition of antioxidants, that are present in various plants. The objective of this study was to evaluate the effect on human semen cryopreservation of the following treatment: 1) Flowers of Allamanda cathartica, 2) Leaves of Solanum diploconus, 3) Bark from Solanum diploconus, 4)  fruit of Bromeliabalansae, 5) Leaves of Piper cernuum, 6) Stem of Piper cernuum, 7) Inflorescence of Piper aduncum, 8) Leaves of Piper aduncum, 9) leaves from Litchi chinensis, 10) hydrolysates of Lepidium meyenii, 11) leaves from Ardisia elliptical, 12) leaves from Vochysiabifalcata, 13) preparations of ursolic acid and 14) plumerid coumarate solutions. Routine semen analysis was performed (n=64) before toxicity test. Semen samples were cryopreserved using Test Yolk Buffer Media (Irvine Scientific ®, TYB), to which plant extracts were added at three concentration (1.25%, 0.5% and 0.25). Samples were thawed and the vitality and motility analyzed. Mitochondrial activity (DAB) and heat resistance (TTR) were also performed. The leaf extract of Litchi chinensis  showed the best result after thawing, although it was not statistically higher than the control. The DAB and TTR tests showed no difference compared to the control. In conclusion, it is necessary to conduct further tests to verify the protection potential of these extract.


Palavras-chave


criopreservação; espermatozoides; antioxidantes.

Texto completo:

PDF


   

 

 

 

Licença Creative Commons
SaBios-Revista de Saúde e Biologia está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.