AVALIAÇÃO DO EFEITO PROTETOR DE Cissus sicyoides EM CAMUNDONGOS COM DIABETES INDUZIDO

ADRIANA ZILLY, Rayana Ribeiro Matins, Jady Dandara Martins, Gustavo Roberto Villas Boas, Adriane Cristina Guerino, Ivaneliza Simionato de Assis

Resumo


O Diabetes Mellitus (DM) é uma disfunção metabólica de etiologia múltipla que se caracteriza por hiperglicemia crônica. A planta Cissus sicyoides é conhecida popularmente por seu efeito antidiabético. O objetivo de estudo foi analisar o possível efeito protetor da planta sobre a indução química (por aloxano) de DM em camundongos. Foram utilizados 10 camundongos Swiss fêmeas, tratados com solução aquosa de C. sicyoides pelo período 30 dias e submetidos à indução do diabetes experimental com Aloxano, outros 10 animais formaram o grupo controle que recebeu água. Os animais foram divididos em 3 grupos: o grupo teste 1 e 2 para tratamento com doses de 40 g L-1 e 20 g L-1 do extrato aquoso da planta e o grupo controle que recebeu água. Após o término do tratamento, todos os animais receberam três doses de aloxano 2%. Após o quarto dia (última aplicação) foram sacrificados e uma punção cardíaca para dosagem glicêmica foi realizada, além de uma extração do pâncreas com subsequente preparo histológico do mesmo. Observou-se que o grupo teste 1 e 2 apresentaram diferença significativa no efeito protetor da DM em relação ao grupo controle, porém não apresentaram diferença significativa entre si (ou seja, entre o teste 1 e 2), onde os níveis glicêmicos ficaram baixos. Nos cortes histológicos, os resultados foram os mesmos. Os grupos testes apresentaram hiperplasia das ilhotas de Langerhans, enquanto o grupo controle apresentou somente alterações morfológicas causadas pela ação do aloxano. Suspeita-se que a hiperplasia visualizada nos grupos teste pode ter relação com uma resposta a ação de componentes de C. sicyoides. Mesmo não identificando seu exato mecanismo de ação, percebeu-se que esta planta influencia no efeito protetor contra o diabetes.

EVALUATION OF THE PROTECTIVE EFFECT OF Cissus sicyoides  IN MICE WITH INDUCED DIABETES

Diabetes Mellitus (DM) is a metabolic disorder of multiple etiology characterized by chronic hyperglycaemia. The plant Cissus sicyoides is commonly known for its antidiabetic effect. The research objective was to analyze the possible protective effect of this plant in mice with DM induced by alloxan. Ten Swiss female mice were treated with aqueous solution from C. sicyoides for a period of 30 days and induction of experimental diabetes with alloxan were used, they were named Test 1 and 2, with five animals each. Another ten animals were the control group that received just water. The animals were divided into 3 groups: Test 1 and 2 for treatment with 40 g L-1 and 20 g L-1 of aqueous plant extract and the control group that received just water. After the end of the treatment, all animals received three doses of alloxan 2%. After the fourth day of the last application, they were sacrificed, cardiac puncture for glucose dosage was performed, and pancreas was extracted for histological preparation. It was observed that test 1 and 2 showed significant differences in protective effect from DM when compared with the control group, but showed no significant difference between them (i.e. between Test 1 and 2), where glycemic leavels were low. In histological sections, the effect observed was the same. Test groups showed hyperplasia of the islets of Langerhans, while the control group showed only morphological changes caused by the action of alloxan. It is suspected that hyperplasia visualized in test groups may be related to one response action to C. sicyoides components. Even without identifying its exact mechanism of action, it was noticed that this plant influences the protective effect against diabetes.


Palavras-chave


Diabetes Mellitus; aloxano; glicemia; fitoterapia.

Texto completo:

PDF


   

 

 

 

Licença Creative Commons
SaBios-Revista de Saúde e Biologia está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.