FATORES ASSOCIADOS A COMPRA DE ANTIPARASITÁRIOS SEM APRESENTAÇÃO DE RECEITA MÉDICA EM CLIENTES DE UMA FARMÁCIA DE CAMPO MOURÃO, PR

Margareth Marcelino dos Santos, Mariana Felgueira Pavanelli

Resumo


A automedicação mata cerca de 20 mil pessoas todos os anos, dentre os medicamentos envolvidos nestes casos estão os antiparasitários. Visto que o uso indiscriminado de antiparasitários pode desencadear efeitos nocivos à saúde, o objetivo desta pesquisa foi analisar os fatores associados à compra de antiparasitários sem apresentação de receita médica em uma farmácia de dispensação da cidade de Campo Mourão, PR.Foram realizadas entrevistas em indivíduos que compareceram à farmácia para comprar algum medicamento antiparasitário.As perguntas elaboradas abordaram gênero, idade, escolaridade, fato de possuir filhos, data da última consulta médica, conhecimento acerca da finalidade do uso de antiparasitário, quem indicou ou prescreveu o medicamento e se realizou exame parasitológico de fezes previamente à compra deste.Foi observado que o uso indiscriminado de antiparasitários está associado à idade e à realização de exame parasitológico de fezes previamente a compra do medicamento. A automedicação de antiparasitários pode estar sendo subestimada, tornando necessário conhecer o perfil do indivíduo que se automedica para que possam ser tomadas ações que minimizem este hábito da população, contribuindo assim, com sua melhoria da qualidade de vida.

ASSOCIATED FACTORS WITH ANTIPARASITIC PURCHASE WITHOUT MEDICAL PRESCRIPTION IN CLIENTS OF A PHARMACY OF CAMPO MOURÃO, PR

Self-medication kills around 20,000 people every year, among the drugs involved in these cases are the antiparasitic. Seen that the indiscriminate use of antiparasitic drugs can have adverse effects on health, the aim of this study was to analyze factors associated with the purchase of antiparasitic drugs without medical prescription in a pharmacy in the city of Campo Mourao, Pr. Interviews were conducted in subjects who went the pharmacy to buy some antiparasitic medicine. The questions addressed gender, age, education, fact of having children, date of last medical consultation, knowledge about the purpose of the use of antiparasitic, who indicated or prescribed medication and if was held parasitological examination prior to buying. It was observed that the indiscriminate use of antiparasitic drugs is associated with age and performance of parasitological examination prior to purchasing the drug. The self-medication of antiparasitic may be underestimated, making it necessary to know the profile of the individual who didself-medication so that action can be taken to minimize this habit of the population, thus contributing to a better quality of life.



Palavras-chave


antiparasitários; automedicação; enteroparasitoses.

Texto completo:

PDF


   

 

 

 

Licença Creative Commons
SaBios-Revista de Saúde e Biologia está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.