TRATAMENTO TÓPICO DA EPIDERMÓLISE BOLHOSA POR EQUIPE MULTIDISCIPLINAR: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

Renato Ribeiro Nogueira Ferraz, Daniele Aguiar de Souza Andrade

Resumo


Dá-se o nome de epidermólise bolhosa (EB) a um grupo raro de doenças cutâneas hereditárias, caracterizadas por pele frágil, nas quais lesões que geralmente contêm fluido (denominadas vesículas) se desenvolvem após trauma cutâneo mínimo. Conhecer e revisar as formas de cuidado na realização dos curativos de pacientes com EB se torna relevante tendo em vista a complexidade da doença e a escassez de trabalhos que versem sobre o referido tema. O presente estudo teve por objetivo realizar uma revisão sistemática com o intuito de verificar qual forma de tratamento com curativos realizados pelo pessoal da enfermagem se mostrou mais eficaz, levando em consideração o grau de melhora das lesões. Para tanto, foi realizada uma pesquisa referencial na base de dados PubMed / MEDLINE, no período de fevereiro de 2013. Foram incluídos na avaliação apenas quatro artigos, que efetivamente comparavam os resultados entre tratamentos com curativos realizados pela equipe de enfermagem. Conclui-se que a atuação da equipe multidisciplinar e o uso de coberturas antiaderentes são essenciais para a melhora nas lesões. As coberturas não aderentes constituídas à base de substância polimérica possuem melhor capacidade de absorção do excesso de exsudato e promovem o desbridamento autolítico.

TREATMENT OF BULLOSA EPIDERMOLYSIS BY MULTIDISCIPLINARY TEAM: A SYSTEMATIC REVIEW

Bullosa epidermolysis (BE) is a group of rare inherited skin diseases characterized by fragile skin, in which lesions that usually contain fluid (called vesicles) develop after minor skin trauma. To know and review the forms of dressing care in patients with BE becomes important considering the disease complexity and paucity of studies. This study aimed to conduct a systematic review in order to find what dressing treatment form, performed by the nursing staff, was more effective, taking into account the degree of lesions cure. A literature review was conducted in PubMed / MEDLINE in February 2013. Only four articles, which effectively compared results between treatments with dressing performed by nursing staff were included in the evaluation. Thus, it is possible to conclude that  the role of multidisciplinary team and the use of non-stick coatings are essential for lesions therapy. Besides, no adherent coverings with polymer composition have improved ability to absorb exudate excess and promote autolytic debridement.



Palavras-chave


gestão em Saúde; epidermólise bolhosa; enfermagem; dermatologia; coberturas.

Texto completo:

PDF


   

 

 

 

Licença Creative Commons
SaBios-Revista de Saúde e Biologia está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.