ANÁLISE DO EFEITO MUTAGÊNICO EM CÉLULAS EPITELIAIS ESFOLIADAS DA MUCOSA ORAL DE FUMANTES, EX-FUMANTES E NÃO-FUMANTES

Adriana Martins de Souza, Aline Marques Da Silva, Leandro José Ramos, Renato André Zan, Dionatas Ulises de Oliveira Meneguetti

Resumo


Os micronúcleos ocorrentes na mucosa oral são bioindicadores de alterações mutagênicas provocadas por agentes agressores como o tabaco, sendo eficazes na detecção dessas alterações. O presente estudo objetivou analisar os efeitos mutagênicos em células esfoliadas da mucosa jugal de fumantes e ex-fumantes. Foram avaliadas quarenta pessoas de ambos os sexos com idade variável, sendo divididos em quatro grupos (não fumantes, fumantes >10 anos, fumantes <10 anos e ex-fumantes), a coleta das células foi realizada na parte jugal da mucosa. A contagem das células se deu por um único observador, em teste cego, utilizando microscopia de luz, sendo avaliadas 1000 células por lâmina analisando a presença de micronúcleos. Constatou-se que fumantes >10 anos tem um aumento significativo da frequência de micronúcleos em relação aos grupos de fumantes <10 anos e não fumantes, sendo que esses danos permanecem no grupo de ex-fumantes não havendo uma redução dos danos provocados pelo tabagismo. Os grupos de fumantes >10 anos e ex-fumantes são formandos por pessoas com média de idade superior aos grupos de fumantes <10 anos e não fumantes, o que pode ter ocorrido como cofator dos resultados obtidos.

ABSTRACT

Micronuclei in oral mucosa are biomarkers of mutagenic changes caused by aggressive agents such as tobacco and they are effective in the detection of these alterations. The present study aimed to analyze the mutagenic effects in cells of jugal mucosa of smokers and former smokers. Forty individuals of both sexes and variable ages were separated into four groups (nonsmokers, >10 years smokers, <10 years smokers and former smokers) and evaluated. Cells were collected from jugal mucosa. The cell count was made by a single observer in a blind test, using a light microscopy.1000 cells per slide were analyzed looking for the presence of micronuclei. It was found that the group of >10 years smokers has a significant increase in the frequency of micronuclei when compared to groups of <10 years smokers and nonsmokers. This damage remains in the group of former smokers with no reduction of the injury caused by smoking. Groups of >10 years smokers and former smokers are composed by people with a mean age higher than <10 years smokers and non-smokers, what may have occurred as a cofactor of the results.


Palavras-chave


tabaco; micronúcleo; mutagenicidade; mucosa oral.

Texto completo:

PDF


   

 

 

 

Licença Creative Commons
SaBios-Revista de Saúde e Biologia está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.