AVALIAÇÃO DA CONTAMINAÇÃO MICROBIANA EM JALECOS DE ESTUDANTES DA ÁREA DA SAÚDE

Thaís Lemos Kaiser, Hugo Mischiatti Couto, Lennon Chieppe Moreira

Resumo


O presente estudo tem por objetivo avaliar a presença de uma microbiota em jalecos utilizados pelos alunos da área da saúde da Escola Superior São Francisco de Assis (ESFA) em Santa Teresa, ES. Para tanto, utilizou-se de um estudo transversal baseado na cultura de partes do punho e bolso de 45 (quarenta e cinco) jalecos selecionados de alunos dos cursos de Farmácia, Biomedicina e Ciências Biológicas, por meio de pressão nos meios Ágar sangue e Ágar Mac Conkey. Os resultados foram obtidos a partir da quantificação de Unidade Formadora de Colônia (UFC) nos meios e através da análise de um questionário respondido por cada aluno participante. Os resultados mostram que a contaminação se fez presente em 100% dos jalecos, sendo os cursos de Farmácia e Biomedicina os que apresentaram contagens de colônias superiores. Os jalecos apresentaram uma microbiota de gram positivos, onde as espécies do gênero Staphylococcus spp, comensais da pele, eram prevalentes, e cerca de 53,3% do total eram também colonizados com gram negativos. Ainda, em (2,2%) dos jalecos analisados foi identificado S. aureus, um relevante patógeno responsável por diversas infecções tanto no ambiente hospitalar quanto comunitário, o que reforça a relevância do adequado uso da vestimenta só em ambientes apropriados.

 

Assessment of microbial contamination in lab coats of students in the health field

 

ABSTRACT

This study aimed to assess the presence of microbes in lab coats used by students of health field at São Francisco de Assis Higher School (ESFA) in Santa Teresa, ES. Therefore, a cross-sectional study based in the culture of handle and pocket pieces of 45 (forty-five) coats were selected from students of Pharmacy, Biomedicine and Life Sciences courses,  through pressure on Blood agar media and Mac Conkey agar. Results were obtained from the quantification of colony forming unit (CFU) in the media and through the analysis of a questionnaire answered by each student. The results showed that contamination was present in 100% of coats. Pharmacy and Biomedicine courses showed higher colony counts. The coats had gram positive microbiota. Staphylococcus spp gender, that are skin commensals, were prevalent.  About 53.3% of the total was also colonized with gram negative. In addition, in (2.2%) of analyzed coats S. aureus (an important pathogen responsible for various infections in both hospital environment as well as in community) was identified, which emphasizes the importance of proper use of clothing only in appropriate environments. 



Palavras-chave


jalecos; contaminação; microbiota; Staphylococcus aureus

Texto completo:

PDF


   

 

 

 

Licença Creative Commons
SaBios-Revista de Saúde e Biologia está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.