FORMIGA COMO FATOR DE RISCO PARA INFECÇÕES NOSOCOMIAIS

Zuinara Pereira Gusmão Maia, Alfredo Barbosa Gusmão, Tânia Fraga Barros

Resumo


O artigo objetivou comentar estudos sobre relatos de vetoração mecânica por formigas em ambiente hospitalar, sobretudo de patógenos. Em geral, formigas coletadas dentro de hospital apresentam maior contaminação, e uma alta diversidade de espécies de bactérias oportunistas muitas vezes resistentes a antibióticos, quando comparadas a bactérias isoladas de formigas coletadas no meio ambiente. A sua presença em áreas hospitalares consideradas críticas e a ocorrência de altas taxas de bactérias patogênicas associadas, constituem riscos em potencial na transmissão de bactérias que podem causar infecção hospitalar (IH); hipótese esta que precisa ser testada partindo do pressuposto que embora seja o mesmo patógeno carreado e o causador da IH, talvez sejam cepas distintas.

Abstract

This study aimed to comment about reports of mechanical vectoring promoted by ants in a hospital environment, mainly of pathogens. In general, ants collected in hospital show more contamination, and a high diversity of opportunistic bacteria, often resistant to antibiotics, when compared to bacteria isolated from ants collected in the environment. The presence of ants in critical areas of hospital and the occurrence of high rates of bacterial pathogens are potential risks that may cause hospital infections (HI). This hypothesis needs to be tested because, although the pathogens carried by ants are the same that cause HI, they probably belong to different strains.


Palavras-chave


Formiga, vetor, bactérias, hospital.

Texto completo:

PDF


   

 

 

 

Licença Creative Commons
SaBios-Revista de Saúde e Biologia está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.