ADIÇÃO DE FOLHA DE AMOREIRA (Morus spp.) COMO SUPLEMENTO ENRIQUECEDOR DA MULTIMISTURA

Ivaldete Tijolin Barros

Resumo


Considerando os coeficientes elevados de nutrientes da amoreira (Morus spp.) e citações na literatura de pesquisas realizadas na Índia, com a suplementação de alimentos para seres humanos com folhas de amoreira, o presente estudo teve por objetivo avaliar a adição de folha de amoreira como suplemento enriquecedor da multimistura. Foi utilizada multimistura tradicional proveniente da cidade de Umuarama-PR. Foram realizadas análises físico-químicas nas amostras da multimistura tradicional e suplementada com pó de folhas de amoreira, para a determinação dos teores de proteínas, cinzas e umidade, e análises microbiológicas para avaliação da qualidade sanitária das amostras. Como resultado da suplementação com folhas de amoreira, verificou-se uma elevação de 1,80% de proteína, o teor médio de cinzas também aumentou em 0,34%. O índice de umidade foi de 5,10 a 5,83%, portanto, dentro dos valores permitidos. A adição do pó de folhas de amoreira à multimistura elevou os teores de proteínas e minerais da mesma. A análise microbiológica apresentou contagens em número mais provável - NMP de coliformes a 35 °C, 45 °C, Staphylococcus sp. e fungos filamentosos superiores às permitidas pelos padrões de qualidade estabelecidos pela ANVISA, sendo classificada como imprópria para consumo. Não foi detectada a presença de Escherichia coli em nenhuma das amostras avaliadas. A utilização da folha de amoreira torna-se promissora como suplemento da multimistura, pois tem sido amplamente consumida em alguns países por humanos e animais e não tem apresentado efeitos adversos.

ADDITION WITH SHEET OF MULBERRY (Morus spp.) AS A ENRICHING SUPPLEMENT NUTRIENTS

Considering the high nutrients coefficients of mulberry (Morus spp.)  and the citations in the literature research held in India with humans’ food supplementation created with mulberry leaves, the main objective of this study was to evaluate the addition of mulberry leaves as an enriching supplement for the multimixture. It was used a traditional multimixture from the city of Umuarama-PR. Physic-chemical analysis were performed on the traditional multimixture samples and supplemented with mulberry leaf powder, for the determination of the protein, ashes and moisture levels, and microbiological analysis for assessment of sanitary quality of the multimixture samples. As result of supplementation with mulberry leaves it was verified a raise of 1.80% of protein, the average ashes content also increased in 0.34%. The moist index was from 5.10 to 5.83%, therefore, within the allowed values. The addition of mulberry leaf powder to the multimixture increased the protein and mineral content of it. The microbiological analysis presented in most probable number counts coliforms to 35 °C, 45 °C, Staphylococcus sp and filamentous fungi higher than permitted by quality standards established by ANVISA, being classified as improper for human consumption. It was not detected the presence of the Escherichia coli in any of the evaluated samples. The addition of the mulberry leaf powder becomes promising as multimixture supplement, because it is widely consumed in some countries by humans and animals and has not presented adverse effects.


Palavras-chave


amoreira, nutrientes, suplementação, desnutrição.

Texto completo:

PDF


   

 

 

 

Licença Creative Commons
SaBios-Revista de Saúde e Biologia está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.