INVERTEBRADOS BÊNTICOS COMO INDICADORES DE QUALIDADE DA ÁGUA DO RIO DOS PAPAGAIOS - CAMPO MOURÃO - PRalign="justify">

Alexandre Monkolski, Janet Higuti, Luiz Alberto Vieira, Roger Paulo Mormul, Sidnei Pressinatte Junior

Resumo


O despejo de substâncias poluentes nos ambientes ocasiona impactos negativos nos seres que habitam os mananciais. O monitoramento biológico de ecossistemas aquáticos tem como objetivo a avaliação da qualidade da água, em função das alterações da comunidade de macroinvertebrados. Entre essas comunidades destaca-se a bentônica, que reflete o estado de conservação ou degradação dos mananciais, modificando suas características morfofisiológicas, e sua presença ou ausência no corpo d’água. A qualidade da água do rio dos Papagaios foi avaliada através da análise físico-química e pela densidade de macroinvertebrados bentônicos. Foram analisadas 4 estações de coletas em um trecho do rio, coletando-se amostras de sedimento e água. Nas 2ª e 3ª estações, encontram-se 2 frigoríficos instalados na margem do rio, os quais fazem o tratamento de seus efluentes em lagoas de estabilização. A 4ª estação recebe diretamente o despejo de uma indústria têxtil após passar por tratamento. Os resultados obtidos através dos métodos biológicos indicaram a presença de elementos poluidores na água. O gradiente longitudinal do rio, mostrou um processo sucessional típico de macroinvertebrados de ambientes poluídos, com aumento significativo na densidade de oligoquetos e quironomídeos, organismos tolerantes a impactos no corpo d’água. Entre as quatro estações analisadas, os impactos indesejáveis estão ocorrendo com maior intensidade nas três últimas estações.

BENTHIC INVERTEBRATES AS PAPAGAIO RIVER WATER QUALITY INDICATOR - CAMPO MOURÃO - PR
Abstract

The pollutant substance poured in the environment causes negative impacts for life forms that inhabit the sources. The biological monitoring of aquatic ecosystems has as objective the evaluation of the quality of water, in function of alterations of the community of macroinvertebrates. Among these communities Benthic is distinguished, because it reflects the state of conservation or degradation of the sources, changing their morphophysiological characteristics and its presence or absence in water. The quality of Papagaios’ river water was evaluated by physical-chemistry analysis and by density of Benthic macroinvertebrates. Four colleting stations from a stretch of the river were analyzed and samples of sediment and water were collected. At 2nd and 3rd stations there are two cold storage rooms installed at the river’s margins, which treat their effluents in stabilizing lagoons. The 4th station receives the ousting directly from a textile after it has passed by a treatment. Results obtained by biological methods indicated the presence of polluting elements in water. The river’s longitudinal gradient showed a typical sucessorial process of macroinvertebrates from polluted environments, with a significant increase in the density of Oligochaeta and Chironidade, organisms that are tolerant to impacts in water. Considering the four stations that were analyzed, the unwished impacts are occurring in three last ones with more intensity.


Palavras-chave


Ambiente lótico; macroinvertebrados; indicadores; poluição.

Texto completo:

PDF


   

 

 

 

Licença Creative Commons
SaBios-Revista de Saúde e Biologia está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.