COMPOSITION OF ZOOPLANKTON AT THE SMALL RIVERS PEDERNAL AND ANIL, SERRA DO DIVISOR NATIONAL PARK, ACRE, BRAZIL

Enevaldo Souza da Silva, Erlei Cassiano Keppeler, Jonas Ferreira Silvério

Resumo


Regions with high biodiversity such as the small rivers at the High Juruá, Parque Nacional da Serra do Divisor, state of Acre, are part of the existing tropical richness. However, the ecosystems in these regions, as in many others, have been changed by humans. This research aimed to study the zooplankton of two water systems: one at a pristine area (Pedernal; 7 º 30'23"S and 73º 42'05) and one at a deforested area (Anil; 7 ° 27'S and 73º37'). The limnological variables studied in both pelagic and littoral zones were: water temperature (°C); dissolved oxygen (mg.L­-¹ e %); pH and turbidity (NTU), ascertained with the help of a multiparameter probe Troll, model 9500. Zooplankton was collected with a 50 micron mesh size net. Analysis of zooplankton samples were conducted using a micro camera attached to a DCE microscope which image was projected onto an Acer laptop loaded with a software to capture images and photos for species identification. The lowest value for turbidity (5 to 6 NTU) and the highest amounts of dissolved oxygen were found at Igarapé Pedernal, indicating that it is the best preserved area in our study. Forty-five species were found at Igarapé Pedernal and fifty-two at Igarapé Anil. 21 news records were recognized for the Acre State. The Jaccard index of 25% indicated a low similarity in zooplankton species composition between the small rivers. A seasonal pattern of zooplankton distribution was not found. The environment presents high frequency of rotifers, and the genera Brachionus, Lecane and Trichocerca, common in the tropics, were constant.

COMPOSIÇÃO DO ZOOPÇÂNCTON DOS IGARAPÉS PEDERNAL E ANIL, PARQUE NACIONAL DA SERRA DO DIVISOR, ACRE, BRASIL  

RESUMO

Regiões com rica biodiversidade como os igarapés do Alto Juruá fazem parte da riqueza existente nas regiões tropicais. Todavia, deve-se considerar também que estes ecossistemas, como outros, têm sofrido alterações e diversos prejuízos decorrentes das atividades antrópicas. Este estudo teve por objetivo estudar o zooplâncton de dois sistemas aquáticos: Igarapé abrangendo área não desmatada (Pedernal) localizado entre as coordenadas (7º30´23,7”S e 73º42’05,2”W) e igarapé abrangendo área desmatada (Anil) entre as coordenadas (7º27´014”S e 73º37’30,8”W). As variáveis limnológicas estudadas, tanto na região litorânea como limnética, foram temperatura (°C), oxigênio dissolvido (mg.L-1 e %), pH e turbidez (UNT). Estas foram determinadas com uma sonda multiparâmetros marca Troll, modelo 9500.  As análises das amostras de zooplâncton foram realizadas utilizando micro câmera DCE acoplada em microscópio, cuja imagem era projetada no notebook marca Acer, com software instalado de captura de imagem e fotografias para identificação e registro de espécie. O Igarapé Pedernal apresentou o valor de turbidez mais baixo (5-6 UNT) e oxigênio dissolvido maior caracterizando-o neste estudo como o mais preservado. A comunidade zooplanctônica dos igarapés apresentou 45 espécies no igarapé Pedernal e 52 espécies no igarapé Anil. O índice de Jaccard de 25% revelou uma baixa similaridade na composição do zooplâncton entre os igarapés. 21 novos registros foram reconhecidos para o Acre. Os ambientes apresentaram frequências altas de rotíferos, assim como  os gêneros Brachionus, Lecane e Trichocerca, comuns nos trópicos, foram constantes.  


Palavras-chave


biodiversity; plankton; pristine area; limnologic variables.

Texto completo:

PDF


   

 

 

 

Licença Creative Commons
SaBios-Revista de Saúde e Biologia está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.