PERFIL E PERCEPÇÕES DE PROFESSORES ATUANTES NO ENSINO DE BIOLOGIA EM ESCOLAS PÚBLICAS E PARTICULARES DE MUNICÍPIOS DA MICRORREGIÃO DE PIRES DO RIO – GOIÁS

Randys Caldeira Gonçalves, Dierferson da Costa Estrela, Camila Gracyelle de Carvalho Lemes, Elisângela de Sousa Gregório, Thais de Sousa Pinheiro, Asafy Abrahão Teixeira Borges, André Luis da Silva Castro, Fabiano José Ferreira Arantes, Leandro Nériton Cândido Máximo, Guilherme Malafaia

Resumo


A escola é sem dúvida um espaço que exige um esforço considerável para compreendê-la e interpretá-la. O presente estudo teve como objetivo traçar o perfil e analisar as percepções de professores atuantes no ensino Biologia em instituições (estaduais e particulares de ensino médio) dos municípios de Pires do Rio, Urutaí, Orizona e Ipameri. Esta pesquisa trata-se de um estudo de natureza descritiva, com abordagem semi-quantitativa. Para a coleta dos dados, foi usado um questionário estruturado com questões objetivas e discursivas. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa do IF Goiano em 2011. 19 professores foram entrevistados. Os principais resultados demonstram que: 47,4% dos docentes atuantes não são licenciados em Ciências Biológicas; embora mais da metade possua curso de Pós-graduação, 63,4% desses não são correlacionados às Ciências Biológicas e 66,7% dos docentes lecionam em mais de uma escola, sendo que 42,1% lecionam mais do que 40 aulas semanais. Em relação às dificuldades apontadas, a falta de interesse do aluno e ausência de apoio pedagógico foram as mais citadas pelos docentes. Por outro lado, os docentes ressaltaram que dentre os fatores que os motivam a ser professores o prazer em ensinar, a amizade com os alunos e o amor pela educação, foram os mais citados pelos docentes. Em relação à Biologia, observou-se que 63,2% dos docentes apresentaram uma “concepção conceitual”, a qual se refere a uma visão ligada ao estudo da vida. Tal concepção é fortemente influenciada pela etimologia da palavra “Biologia”, desprovida, portanto, do seu significado científico e genérico. Os dados obtidos neste estudo são relevantes, pois subsidiam a definição e implantação de políticas regionais orientadas para a promoção da equidade, da efetividade e da qualidade do ensino de Biologia.

The school is certainly an area that demands of us a considerable effort to understand and interpret it. This study aimed to define the profile and analyze the perceptions of teachers that work in Biology teaching at public and private institutions of Pires do Rio, Urutaí, Orizona, and Ipameri. This research is a descriptive study, with a semi-quantitative approach. Data were collected by a structured questionnaire with objective and discursive questions. The study was approved by the Research Ethics Committee of IF Goiano, in 2011. Nineteen teachers were interviewed. Results showed that: 47.4% of professors are not licensed in Biological Sciences, although more than half are post-graduate; 63.4% of them are not correlated to biological sciences; 66.7% of teachers teach in more than one school, and 42.1% teach more than 40 classes per week. Regarding to mentioned difficulties, student disinterest and no pedagogical support were most frequently mentioned by teachers. On the other hand, teachers pointed out that among the factors that motivate them to be teachers, pleasure in teach, friendship of students and the love for education, were the most cited. Relative to biology, it was observed that 63.2% of teachers had a "conceptual design", which refers to a vision linked to the study of life. This conception is strongly influenced by the etymology of the word "Biology", devoid therefore of its scientific and generic significance. The data from this study are important because they subsidize the definition and implementation of regional policies aimed to promote equity, effectiveness and quality of teaching of biology.


Palavras-chave


docentes; ensino de Biologia; alunos de Biologia.

Texto completo:

PDF


   

 

 

 

Licença Creative Commons
SaBios-Revista de Saúde e Biologia está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.