CONHECIMENTOS E ATITUDES DOS ADOLESCENTES DA CIDADE DE MARINGÁ – PR A RESPEITO DE DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS E MÉTODOS ANTICONCEPCIONAIS.

Elisângela Dusman, Karen Silvério Goes, Eduardo Michel Vieira Gomes, Talita Camargo, Lí­via Maria de Castro Penna, Maria de Lourdes Perioto Guhur

Resumo


A incidência das DSTs/Aids tem aumentado na população em geral, sendo que entre adolescentes o número de contaminados está cada vez maior. Além disso, apesar das campanhas realizadas para evitar a gravidez na adolescência, por ano, uma em cada treze adolescentes, com vida sexual ativa, engravida. Frente a essa situação, realizou-se o presente estudo com o objetivo de averiguar os conhecimentos e atitudes que os adolescentes da cidade de Maringá-PR possuem a respeito dos métodos anticoncepcionais e da prevenção das doenças sexualmente transmissíveis. Para tanto, foi aplicado um questionário composto de questões discursivas e de múltipla escolha a 69 adolescentes com idade entre 12 e 19 anos. Pôde-se concluir que o preservativo masculino é o método contraceptivo mais referido pelos entrevistados e que ainda se atribui a responsabilidade da contracepção somente à figura feminina. A porcentagem de jovens que afirmaram não saber o que é DST é elevada (36.2%) e o conceito entre método contraceptivo e prevenção de doenças sexualmente transmissíveis é confundido entre os entrevistados. O trabalho confirma a complexidade da determinação do comportamento contraceptivo entre adolescentes e a necessidade de que os programas educativos incorporem as múltiplas dimensões da questão para que tenham efetividade. 

 

 

KNOWLEDGE AND ATTITUDES OF ADOLESCENTS ABOUT SEXUALLY TRANSMITTED DISEASES AND CONTRACEPTIVES IN MARINGÁ - PR    

The incidence of STDs / AIDS has increased in general population. The number of infected adolescents is higher each time. Despite campaigns that are carried out to prevent adolescent pregnancy, each year, one in thirteen sexually active adolescents engraver. This study has evaluated the knowledge and attitudes of teenagers of Maringá-PR about contraceptive methods and the prevention of sexually transmissible diseases. Thus, a questionnaire consisting of multiple choice and discursive questions was applied to 69 adolescents aged from 12 to 19 years. Results demonstrate that male condom contraceptive method is the most cited by adolescents and that they still confer the responsibility for contraception to females. The percentage of adolescents that do not know what STD means is high (36.2%). The concept of contraception method and prevention of sexually transmitted diseases is confused among the adolescents. The study confirms the complexity of contraceptive methods among teenagers and shows the need of educational programs that incorporate the multiple dimensions of the problem to take effect.



Palavras-chave


Sexualidade; Anticoncepção; Doenças Sexualmente Transmissíveis

Texto completo:

PDF


   

 

 

 

Licença Creative Commons
SaBios-Revista de Saúde e Biologia está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.