DIETA DE CAFETERIA REMODELA A ESTRUTURA DA AORTA DE RATOS OBESOS

Fagner Cordeiro Vilar Mendes, Bruna Manueli Teles Moreira, Gabriela Nunes Marsiglio, Bruno Carabelli, Ana Claúdia Munhoz, Luiz Felipe Barella, Cecília Edna Mareze Costa, Célia Regina de Godoy Gomes

Resumo


O excesso de tecido adiposo está associado ao aumento da morbidade e da redução da expectativa de vida. Estudos revelam uma associação entre obesidade e pressão arterial elevada, colocando os problemas cardiovasculares como uma das principais causas de morte em pessoas obesas. O presente artigo teve por objetivo avaliar a estrutura da aorta torácica de ratos induzidos a obesidade por dieta de cafeteria. Para tanto, utilizou-se de uma pesquisa com ratos Wistar (machos e fêmeas) com 21 dias de idade foram divididos em dois grupos: o grupo controle, alimentado com dieta padrão balanceada e o grupo cafeteria que recebeu dieta hipercalórica, constituída de ração balanceada acrescida de alimentos industrializados. Os animais foram acompanhados até completarem 30 semanas de idade. Amostras de sangue foram coletadas por meio de punção caudal e a glicemia foi analisada através de um glicosímetro. O estudo estrutural foi realizado no segmento descendente da aorta torácica, com cortes transversais de 5?m, sendo 15 cortes de cada artéria, totalizando 300 cortes, corados através do método Tricrômico de Masson. A contagem de pontos foi realizada por meio do sistema-teste de ciclóides. A dieta de cafeteria causou um aumento significativo no peso corporal e elevou a glicemia dos ratos de ambos os sexos. Os segmentos aórticos analisados não apresentaram espessamento da íntima, o que indicaria a formação aterosclerótica, porém, mostraram redução do músculo liso e aumento do colágeno. A dieta de cafeteria promove enrijecimento da artéria, aumentando o risco para o desenvolvimento de patologias cardiovasculares.

 

CAFETERIA DIET REMODELS THE STRUCTURE OF AORTA OF OBESE RATS

ABSTRACT

The adipose tissue excess is closely associated with the increase of morbidity and reduction of life expectancy. Studies reveal a relationship between obesity and high blood pressure, standing the cardiovascular problems as one of the main causes of obese people death. This study aims to assess the structure of the thoracic aorta of obese rats induced by cafeteria diet. Wistar rats (male and females) at 21-day-old were divided in two groups: control group, fed with standard balanced diet and; cafeteria group, that received hypercaloric diet, constituted by balanced diet plus industrialized foods. The animals were accompanied until 30-week-old. Blood samples were collected by caudal puncture and the glycemia was analyzed with a glycometer. The structural study was accomplished in descending segment of thoracic aorta, with cross sections of 5?m. Fifteen sections of each artery (a total of 300 sections) were stained according to Masson’s trichrome method. The stitch count was realized by the cycloid system-test. The cafeteria diet caused a significant increase in body weight and raised the glycemia of rats from both genders. The analyzed aortic segments showed no thickening of intima, that indicates atherosclerotic formation, but they showed smooth muscle reduction and increase of collagen. The cafeteria diet promotes hardening of the artery that increases the risk of cardiovascular pathologies.

 

 


Palavras-chave


dieta de cafeteria; obesidade; aorta; aterosclerose; estereologia.

Texto completo:

PDF


   

 

 

 

Licença Creative Commons
SaBios-Revista de Saúde e Biologia está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.