ANÁLISE DA INDEPENDÊNCIA FUNCIONAL EM PACIENTES COM NEUROPATIA HANSENIANA ASSISTIDOS PELO CENTRO DE REFERÊNCIA EM HANSENÍASE DA CIDADE DE CAMPINA GRANDE – PARAIBA

Anna Karynna Alves de Alencar Rocha, Edilson Dantas da Silva Júnior, Morgana Menezes Novaes, Carlúcia Ithamar Fernandes Franco

Resumo


 

A hanseníase ainda é considerada um problema de saúde pública em muitos países incluindo o Brasil. A lesão neural na hanseníase é um achado que acompanha todas as formas clínicas da doença. Associado ao tratamento medicamentoso, medidas de prevenção, de incapacidade e cuidados com os pacientes devem ser implementadas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a independência funcional e verificar o grau de solicitação de cuidados de terceiros para realização de tarefas motoras através da Escala de Medida de Independência Funcional Motora (MIFm). A amostra foi composta por 49 pacientes. Para análise da independência funcional foi utilizado a Medida de Independência Funcional Motora (MIFm) a qual possibilita medir o grau de independência funcional. A maioria dos pacientes foi do gênero masculino, com ensino fundamental incompleto, casados ou com união estável, trabalhava de forma remunerada. A média de idade foi de 47,24 (±16,01). A forma clínica mais comum foi a Dismorfa, os pés foram a região mais afetada e a maioria estava em tratamento por 12 a 18 meses. O grau de incapacidade mais presente foi o 1. Os pacientes apresentaram uma média abaixo do que seria a independência funcional completa na MIF motora total. As subescalas referentes aos autocuidados, a transferência e a locomoção da escala da MIF Motora apresentaram valores baixos.

ANALYSIS OF FUNCTIONAL INDEPENDENCE IN PATIENTS WITH LEPROSY NEUROPATHY FROM REFERENCE CENTER FOR LEPROSY IN CAMPINA GRANDE, PARAIBA - BRAZIL

ABSTRACT

Leprosy is still considered a public health problem in many countries including Brazil. The nerve damage in leprosy is the finding that accompanies all forms of this disease. Associated with drug treatment, disability prevention and patient care should be implemented. The objective of this study was to evaluate the functional independence and verify the assistance degree for motor function using the Scale Motor Functional Independence Measure (FIM).  49 patients were followed during our study. The Scale Motor FIM was used to check the functional indepence. Most patients were male. The mean age was 47.24 (± 16.01). The most common clinical signal found was dysmorphia. The feet were the body part most affected and the majority of patients were treated for 12 to 18 months. The degree of disability more prevalent was 1. Patients had an average below what would be the complete functional independence in the total Motor FIM. Subscales related to self care, transfer and locomotion of the Scale Motor FIM showed low values.

 


Palavras-chave


neuropatia hanseniana; independência funcional; fisioterapia.

Texto completo:

PDF


   

 

 

 

Licença Creative Commons
SaBios-Revista de Saúde e Biologia está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.