PREVALÊNCIA DE ENTEROPARASITOSES EM MANIPULADORES DE ALIMENTOS DE ESCOLAS MUNICIPAIS DE CAMPO MOURÃO – PARANÁ

Julio Simões, Denise Lessa Aleixo

Resumo


A maioria das doenças parasitárias é transmitida por alimentos manipulados inadequadamente. A identificação de manipuladores de alimentos portadores de agentes patogênicos que podem ser propagados para os alimentos é uma ferramenta útil na profilaxia destas doenças. Esta pesquisa teve por objetivo investigar manipuladores de alimentos de escolas municipais da cidade de Campo Mourão - Paraná, no período de 01 de março de 2010 a30 de junho de 2010. Neste período foi aplicado um questionário socioeconômico e realizado exame parasitológico de fezes, pela técnica de Hoffman, Pons e Janner (sedimentação espontânea). Foram examinadas 24 amostras de fezes de 33 manipuladores de alimentos, onde 50% foram positivas, sendo que Giardia lamblia foi o parasito mais frequente (21,5%). Os dados obtidos por meio do questionário socioeconômico demonstraram que os cuidados higiênico-sanitários por parte dos manipuladores foram baixos. Estes resultados permitiram concluir que a ocorrência de enteroparasitos em manipuladores de alimentos é alta, indicando a necessidade do desenvolvimento de medidas educativas devem ser aplicadas, para evitar a propagação de agentes patogênicos para os alimentos por meio da manipulação.

ENTEROPAROSITOSIS PREVALENCE IN FOOD HANDLERS OF MUNICIPAL SCHOOLS IN CAMPO MOURÃO - PARANÁ

ABSTRACT

Most parasitic diseases are transmitted by improperly handled food. The identification of food handlers with pathogenic organisms that may be transferred to food is a useful tool to prevent these diseases. This survey aimed to investigate food handlers of municipal schools in Campo Mourão Paraná, from March 1, 2010 to June 30, 2010. Through this period a socioeconomic questionnaire was applied and a stool test was carried out by the technique of Hoffman, Pons and Janner (spontaneous sedimentation). From a total of 24 stool samples analyzed, 50% were positive. Giardia lamblia was most frequent (24.3%). Data collected through the questionnaire showed that both, socioeconomic and sanitary hygienic care of handlers were low. Results showed that the occurrence of intestinal parasites in food handlers is high. Thus, the need to develop educational measures should be implemented to prevent the spread of pathogens into food through manipulation


Palavras-chave


parasitoses Intestinais; manipuladores de alimentos; merendeiras.

Texto completo:

PDF


   

 

 

 

Licença Creative Commons
SaBios-Revista de Saúde e Biologia está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.